sexta-feira, 7 de maio de 2010

AH-64 D Apache Longbow - Italeri -1/72

AH-64 D Longbow
USArmy


Photobucket
Photobucket

Photobucket
Histórico:

O helicóptero de ataque Apache Longbow AH-64D, juntamente com a versão AH-64A, são os principais helicópteros de ataque do Exército dos Estados Unidos, sucessor do AH-1 Cobra.

O Exército dos EUA emitiu um pedido de propostas em 1972 para um helicóptero avançado de ataque. O primeiro vôo pelo protótipo ocorreu em 1977 embora só em 1982 tenha sido assinado o contrato.


Em 1983 o primeiro helicóptero de produção foi construído nos hangares da empresa Hughes em Mesa, Arizona. Em 1984 a Hughes Helicopters foi adquirida pela McDonnell Douglas, esta tornou-se da Boeing Helicopters após a fusão da McDonnel Douglas e a Boeing em 1996.

Dois modelos do AH-64 destacam-se no Exército dos Estados Unidos (UsArmy): o AH-64A e o AH-64D. As variantes B e C chegaram a ser produzidas mas nunca entraram ao serviço. Várias variantes foram concebidas a partir dos modelos A e D para exportação. O Westland WAH-64 britânico é baseado no AH-64D, inserindo bastantes melhorias.
 

Abaixo:

WAH-64 do exército Britânico:

Photobucket

Construído para enfrentar o ambiente hostil das linhas da frente, podendo operar durante o dia ou a noite em condições atmosféricas adversas, mediante a utilização do sistema de capacete integrado a modernos sistemas computadorizados de combate. 

O Apache está também equipado com tecnologia de ponta na aviónica e electrônica, como o Target Acquisition Designation Sight, Pilot Night Vision System (TADS/PNVS, que em português se traduz para Designação de Registo Visual e Aquisição de Alvo,Sistema de Visão Noturna), contra-medidas passivas de infravermelhos Buraco Negro (Black Hole) e outras, como GPS.

Em Setembro de 2003, a Grécia encomendou 12 AH-64D. Singapura adquiriu um total de 20 AH-64D Longbow Apache. Além dos EUA, Grécia e Singapura também usam os Apaches nas versões A ou D, o Japão, Holanda, Reino Unido, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrain, Israel, Egito e Kwait.


O modelo D, o Apache Longbow, está equipado com uma suite de sensores e armamento melhorados. A melhoria de destaque deste modelo sobre a variante A é o Longbow Fire Control Radar, instalado sobre o rotor principal.


A posição elevada da redoma permite a detecção e ataque por míssil a alvos localizados atrás de obstáculos (como terreno, árvores ou edifícios). Para além disso, um modem integrado com a suite de sensores permite a esta variante D a partilha dos dados com outros AH-64D e AH-64A que não dispõe de linha-de-vista para o alvo. Desta forma, um grupo de Apaches pode atacar múltiplos alvos apenas exibindo a redoma de um Apache modelo D.

Os sistemas são integrados com outras aeronaves como os OH-58D Kiowa de controle e ataque que comumente acompanham os Apaches A e D em missões de patrulha, ataque e apoio aéreo cerrado a tropas.


Os Apache AH-64 e AH-64D desempenharam um papel fundamental nas guerras do Oriente Médio, incluindo a Guerra do Golfo, Afeganistão, e a Invasão do Iraque em 2003. 


Os Apache mostraram a sua excelência na caça a tanques destruindo centenas de veículos blindados. Conflitos que tornaram esse helicóptero mundialmente famoso.

Dados Técnicos:
Origem: EUA
Tipo de aeronave: Helicóptero de ataque
Tripulação: 2
Velocidade Máxima: 365 km/h
Alcance: 480 km
Comprimento: 17,76 m
Diâmetro do Rotor: 14,63 m
Armamento: Um canhão M230 de 30mm, até 16 mísseis anti-tanque Hellfire, ou 76 foguetes Hidra de 70mm, e ainda pode transportar misseis ar-ar guiados pelo calor.
Curiosidade: o sistema de mira instalado no visor do capacete do artilheiro é totalmente integrado com o canhão, ou seja o canhão se move e mira exatamente onde o tripulante olha, provendo uma margem de acerto de 98%.



Photobucket
O Kit:
O kit utilizado neste trabalho é italiano da marca Italeri.


Photobucket

Photobucket


Um kit bem injetado, sem rebarbas, com linhas de baixo relevo. O kit vem em três esprues separados, sendo um de transparências.
Permite as versões UsArmy, exército Holandês e exército Britânico.

Photobucket
O manual explica bem como montar o kit e as opções de decais e armamentos:

Photobucket
Li uma vez na internet que esse é o kit do protótipo e que tem diferenças nas laterais, não sei, foi opnião isolada, mas apenas um especialista nota isso, como pratico o hobby para me divertir
não me importo muito com detalhes pouco notáveis, mas fica a dica, se você é "xiita" no plastimodelismo pesquise à respeito para efetuar as mudanças que achar necessárias.


Sabado - 06/11/2010

Finalmente depois de meses parado o blog está de volta, peço novamente desculpas, mas minha vida está uma correria.

O Apache esta evoluindo, fechei a fuselagem com jet, colei os profundores (asas traseiras), turbinas, trens de pouso, e suporte do canhão de 20 mm.


Photobucket


Photobucket
Aqui ja com massa putty aplicada:

Photobucket


Photobucket
Fiz pouca coisa, pois estou montando outro kit em paralelo que já está mais adiantado, que será o próximo a ser mostrado aqui no blog.


Quarta-Feira - 07-09-2011



Enfim voltei a montar, e estou finalizando o kit do Apache.

As fotos à seguir mostram o kit já pintado e quase finalizado, falta apenas colar o rotor principal, aplicar verniz brilhante, os decais que serão versão UsArmy, sujar um pouco e criar os efeitos de fuligem nos motores, selar e fosquear com verniz adequado.


Photobucket

Photobucket

Photobucket


Quinta-Feira 22/09/2011

Quase no fim !

Aqui efetuei a sequencia, verniz brilhante, decais* , verniz brilhante.

* = Os decais desse kit estavam muito ruins, horriveis mesmo, não sei porque se devido a idade, o kit é velho, ou são ruins mesmo, eles simplesmente perderam a cola, não colavam nem por decreto, e graças a isso colei somente os principais, e o indesejável efeito de silvering ocorreu.....  ou seja estragou um pouco o kit =(

Photobucket

Hoje apliquei alguma sujeira com dry brush e apliquei o verniz fosco em spray, amanhã tiro a máscara e fotografo o "índio guerreiro" dos ares !




25/09/2011 - Finalizado !!!

Enfim terminei o Apache.
 
Depois de mais de um ano terminei o kit, não ficou o resultado que eu queria, pois como comentado, decais péssimos.


Na média um kit mediano, poderia ser melhor.


Segue imagens:



Photobucket

 Photobucket


Junto com um OH-58D Kiowa, esse helicópteros operam juntos em situações reais de patrulha e combate:

Photobucket


Grato pelas visitas, espero que tenham gostado.

Qualquer dúvida que eu possa ajudar é só enviar comentário com seu e-mail que eu respondo.

Abs

8 comentários:

  1. Boa noite Fernando venha comprar os seus kits conosco entre em contato pelo email:
    valau@amxbrasil.com
    Por não ter autorização sua não estou divulgando o endereço da minha loja virtual para maiores esclarecimentos entre em contato obrigado.

    ResponderExcluir
  2. ola fernando .. parabens eu tenho esse hobby tinha uma coleçao completa (ou quase) mas me desinteressei quando me aprofundei na area pois meus (avioes e carros ) eram da estrela e comparado com os plastimodelos era muito inferior ... joguei tudo fora .. parabens novamente.. estou me animando novamente mas preciso de ajuda pois eu quero agora produtos de qualidade que valha a pena colar e colecionar .se puder me ajudar em algo agradeço.

    ResponderExcluir
  3. Você é Protético? Eu vi um frasco de líquido Jet ali!

    ResponderExcluir
  4. Você é Protético? Vi um frasco de líquido Jet!

    ResponderExcluir
  5. Olá Clayton, tudo blz ? Não sou protético não, utilizo o Jet como cola, funde o plastico muito bem e dura uma vida um frasco desse.

    Obrigado pela visita.

    Abs

    ResponderExcluir
  6. E ai tudo bem!
    Sou adepto desse hobby maravilhoso; estou montando um mig 29 fulcrum da revell da colecao asas de guerra de 1998. Parabens pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir
  7. E ai tudo bem!
    Sou adepto desse hobby maravilhoso; estou montando um mig 29 fulcrum da revell da colecao asas de guerra de 1998. Parabens pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir